Menu Content/Inhalt
Início seta História da Raça
História da Raça PDF Imprimir E-mail
Em 1978 o cinófilo Sr. Pedro Ribeiro Dantas desenvolveu no sul do Brasil (Caxias do Sul) a raça Dogue Brasileiro, inicialmente conhecida como Bull Boxer. Deram origem à raça o Bull Terrier e o Boxer. Do Bull Terrier herdou a coragem e do Boxer, além da coragem, uma postura controlada.
 
Criador da Raça
Os Dogues Brasileiros são animais extremamente carinhosos e dependentes de afeto. Adaptam-se facilmente com todas as pessoas que os cercam, tal característica vem do Bull Terrier, o que faz dele um cão de mais de um dono, ou seja, o cão de toda a família. Do antigo Boxer, na opinião de muitos, o mais completo cão de guarda que já existiu, e que ficou conhecido no Brasil como o "cão amigo das crianças" trouxe o temperamento dócil além da enorme coragem. O Dogue Brasileiro tem uma conformação compacta de porte mediano, muito forte e ágil em seus movimentos. Com todas essas características o Dogue Brasileiro é um excelente cão de guarda, porém, a qualidade que mais atrai os criadores desta raça brasileira é sem dúvida, sua valentia.

Aspecto Geral: Cão de aspecto sólido maciço e não esgalgado, sem parecer, no entanto, atarracado ou desproporcionalmente pesado. Deve dar impressão de agilidade e força, com músculos muito fortes, longos e marcados, dando a impressão de grande potência e impulsão. Ossos fortes.

Em 1999 o Dogue Brasileiro foi reconhecido pela CBKC como sendo mais uma raça brasileira. Na classificação da CBKC pertence ao grupo 11, grupo de raças não reconhecidas pela FCI.

------------------------------------------------------------------------------------